Perguntas e Respostas

 

 

 

 

 

 

 

1 - O que é a Terapia de Vidas Passadas?

2 - O que é regressão de memória?

3 - Usa-se hipnose na regressão?

4 - Vou melhorar se eu recordar meu passado?

5 - O que são Intervidas?

6 - O que eu lembrar na regressão pode ser apenas fantasia?

7 - Sofro com dor de cabeça, a TVP pode me ajudar?

8 - A Terapia de Vidas Passadas está ligada a alguma religião?

9 - Preciso acreditar em vidas passadas para a TVP dar certo?

10 - Existe risco de “não voltar” de uma regressão? 

11 - Eu sofro de síndrome do pânico. A TVP pode me ajudar?

12 - A Terapia de Vidas Passadas é eficiente?

13 - Qualquer um pode ser paciente de TVP?

14 - Quem são os maiores nomes em Terapia de Vidas Passadas no mundo?

15 - Quem foi o criador da Terapia de Vidas Passadas?

 

 

Respostas

 

1 - O que é a Terapia de Vidas Passadas? 

 

A Terapia de Vidas Passadas é uma forma de terapia que utiliza memórias inconscientes de fatos passados para solucionar problemas e dificuldades das pessoas.

Estas memórias podem ser de origem recente (todas as memórias da vida atual a partir do nascimento) ou remota (memórias da vida intra-uterina, vidas passadas e intervidas).

 

A TVP busca no passado a origem de problemas que nos afetam no presente.

 

 

 

2 - O que é regressão de memória?

 

É uma das técnicas utilizadas na TVP. Nela o paciente relembra e revivencia fatos ocorridos no seu passado e que estão atrapalhando sua vida no presente. Estes fatos passados podem ter ocorrido há um mês, um ano, dez anos, no nascimento, no útero, numa vida passada.

Durante a regressão, o paciente continua consciente, percebe tudo o que revivencia e pode julgar e avaliar o que acontece.

 

Durante a regressão a memória do passado aflora na nossa consciência.

 

 

 

Acrescente este site aos seus favoritos

e nos encontre sempre que desejar.

 

 

3 - Usa-se hipnose na regressão?

 

A hipnose, conduzida até estágios mais profundos, é utilizada somente em casos específicos. Na maioria das vezes utilizamos técnicas denominadas indutivas.

O uso das técnicas indutivas permite com que o paciente mantenha-se plenamente consciente durante a regressão. Este estado de plena consciência ajuda, e muito, a atingir a cura.

 

Através de técnicas indutivas acessamos as memórias passadas com o paciente plenamente consciente.

 

 

 

4 - Vou melhorar se eu recordar meu passado?

Muitas vezes o passado continua atuando sobre o presente produzindo sofrimento e dificuldades. Nestes casos, o motivo para recordar e reviver o passado é justamente conseguir com que o mesmo deixe de atuar negativamente na vida da pessoa.

No processo terapêutico, a recordação e revivência do passado são o primeiro momento. O segundo momento é ajudar a mente a se reorganizar. É com esta reorganização que conseguimos atingir os resultados positivos.

 

Para “arrancar o mal pela raiz” a TVP vai na origem do problema.

 

 

 

5 - O que são Intervidas?  

Intervidas é o período entre duas encarnações. Ou seja, é o período em que estamos no mundo espiritual.

É possível, durante a regressão, “recuperar” memórias relacionadas à este período. Normalmente, buscamos nesta fase memórias relacionadas ao planejamento da vida atual.  

Note bem: os conceitos de TVP buscam dar uma explicação teórica para conteúdos mentais que afloram durante a regressão. Portanto, são hipóteses teóricas.

 

No período intervidas encontramos o Plano de Vida desta vida atual.

 

 

 

Caminho Nobre

 

 

6 - O que eu lembrar na regressão pode ser apenas fantasia?

 

Pode. Tudo dependerá de como a regressão for feita, o tipo de técnica utilizada e a patologia do paciente. Fantasias são mais comuns quando o trabalho não está sendo bem feito.

Algumas vezes as fantasias são utilizadas, propositalmente, pelo terapeuta para produzir a cura. Ou seja, nem sempre a fantasia é algo ruim na TVP.

 

Um bom terapeuta conduzirá o paciente até suas memórias de vidas passadas, diminuindo as chances de fantasias atrapalharem.

 

 

 

7 - Sofro com dor de cabeça, a TVP pode me ajudar?

 

A procura pela TVP deve acontecer em conjunto com o diagnóstico médico tradicional. Nesta situação a TVP funciona como uma terapia complementar ao tratamento médico da doença.

Muitos casos respondem muito bem ao tratamento com TVP. Principalmente aqueles nas quais a dor de cabeça originou de situações traumáticas vividas nos primórdios da infância, na vida intrauterina ou em vidas passadas. Um paciente foi (em outra encarnação) submetido a um tipo de tortura onde sua cabeça era prensada. Ao trabalharmos este trauma ele se viu livre de um problema de enxaqueca que durava mais de uma dezena de anos.

 

A TVP pode ser útil em vários casos onde existem problemas físicos, mas não substitui o tratamento médico e nem é uma panacéia.

 

 

 

8 - A Terapia de Vidas Passadas está ligada a alguma religião?

 

Não. A TVP é totalmente desvinculada de qualquer religião. A hipótese filosófica da reencarnação é utilizada porque é a que melhor explica os fenômenos que acontecem durante o processo terapêutico.

Pessoas de todas as religiões têm se submetido à esta técnica e alcançado curas e melhoras em suas vidas. Não é necessário e nem é solicitado que a pessoa mude suas crenças.

O que nós, praticantes sérios de TVP, queremos é chegar a resultados terapêuticos muito positivos. Nosso objetivo é a melhora do paciente. Não misturamos religião com terapia.

 

A TVP não está ligada a nenhuma crença religiosa e nem induz à prática de nenhuma religião.

 

 

 

9 - Preciso acreditar em vidas passadas para a TVP dar certo?

 

De modo algum. A TVP é uma terapia que busca a cura e o aperfeiçoamento do paciente, de todos os pacientes. Ateus, católicos, evangélicos, pessoas das mais variadas religiões que não acreditam em reencarnação já obtiveram e estão obtendo ótimos resultados com o tratamento. A Terapia de Vidas Passadas é uma terapia, por isto visa exclusivamente a cura do paciente.

 

A TVP ajuda pacientes de todas as religiões, classes sociais e culturas.

 

 

 

10 - Existe risco de “não voltar” de uma regressão? 

 

Não. Simplesmente porque a pessoa “não vai”. O termo regressão é uma figura de linguagem, uma forma de dizer que contatamos memórias antigas. São elas (as memórias) que vem até a consciência e ficam à disposição para o trabalho terapêutico. A consciência é mantida plena e ativa. Portanto, não existe risco da pessoa ficar “viajando” em outra época.

Existem, todavia, outros riscos. Riscos que podem ser evitados se o profissional for muito bem treinado, e tiver profundos conhecimentos de matérias como psicopatologia e psicodiagnóstico.  

 

Na regressão não somos nós que vamos até o "passado", é o "passado" que vem até nós.

 

 

 

11 - Eu sofro de síndrome do pânico. A TVP pode me ajudar?

 

Pode. O primeiro passo é você procurar um profissional treinado em TVP e que tenha formação profissional muito sólida. Ele fará seu diagnóstico e avaliará as condições de sua mente (de preferência, com o apoio de outros profissionais). Caso seja indicado a TVP, o tratamento deverá se iniciar imediatamente.

Em nossa prática clínica temos tido bastante sucesso, sendo que a imensa maioria dos pacientes deixam de necessitar de remédios.

 

A TVP pode ajudar pacientes que sofrem de pânico, medos, compulsão alimentar, nervosismo e muitos outros problemas.

 

 

 

Conheça o livro Nascer Várias Vezes,

escrito por Regis Mesquita, autor deste site.

 

 

12 - A Terapia de Vidas Passadas é eficiente?

 

Sim, a TVP é altamente eficiente na maioria dos casos. Quando você procura um profissional habilitado (não um leigo) a primeira coisa que ele irá realizar é um diagnóstico. Através do diagnóstico ele poderá determinar se a TVP é indicada para o tratamento de seu problema.

Em um tratamento sério, realizado com um profissional sério e bem treinado a eficiência da TVP é bastante alta. A quantidade de pessoas que tem sido beneficiados por esta técnica é muito grande. E os depoimentos positivos dos pacientes têm se multiplicado.

 

A TVP é muito eficiente nos casos onde há indicação de uso desta terapia.

 

 

 

13 - Qualquer um pode ser paciente de TVP?

 

Sim, todos podem ser. Existem, porém, pacientes que exigem cuidados especiais: hipertensos, grávidas, cardiopatas, psicóticos e alguns outros. Nestes casos cabe ao profissional avaliar a conveniência ou não de realizar o processo de TVP, assim como selecionar as técnicas mais adequadas para tratar o paciente.  

O tratamento só começa após o diagnóstico ser muito bem determinado e houver a concordância (laudo) dos outros profissionais que tratam os pacientes que exigem cuidados especiais. Outras técnicas podem ser usadas caso o diagnóstico não recomende o uso da regressão ou enquanto não há o laudo liberando para o uso de técnicas regressivas. 

 

A partir do diagnóstico, o terapeuta propõe ao paciente qual o melhor tipo de tratamento para o seu caso específico.

 

 

 

14 - Quem são os maiores nomes em Terapia de Vidas Passadas no mundo?

   

São aqueles que estão desenvolvendo as bases metodológicas, teóricas e técnicas da TVP. São os seguintes:

- Morris Netherton - psicólogo norte-americano

- Roger Woolger - psicólogo inglês

- Edith Fiore - psicóloga norte-americana

- Hans Tendam - psicólogo holandês

 

Todavia, o grande avanço da Terapia de Vidas Passadas ( regressão ) em todos os países do mundo se deve ao trabalho dedicado de milhares de terapeutas bem treinados e dispostos a contribuir para a evolução da TVP.

O resultado é que nos últimos 20 anos a terapia TVP atingiu um nível de eficiência que faz dela uma das principais e mais respeitadas terapias emergentes.

 

Existem milhares de terapeutas estudando e aplicando novas técnicas, aperfeiçoando as bases metodológicas e sistematizando novos conhecimentos.

   

 

 

 

15 - Quem foi o criador da Terapia de Vidas Passadas?

 

É considerado o criador da TVP o psicólogo, Phd, norte-americano Morris Netherton. Na década de 60 e 70 ele desenvolveu a metodologia básica da Terapia. Seu trabalho, que continua até hoje, é reconhecido em todo o mundo.

Antes dele existiam pesquisas sobre lembranças de vidas passadas e tentativas de utilizar estas lembranças terapeuticamente. Foi somente com as pesquisas de Netherton que foi possível criar um processo terapêutico que envolvesse o conhecimento de memórias de outras encarnações.

Obs: a TVP se enquadra no campo das terapias alternativas e ainda não é reconhecida pelo Conselho Federal de Psicologia.

 

 

 

Conheça o livro Nascer Várias Vezes,

escrito por Regis Mesquita, autor deste site.

 

 

 

 

 

 

Artigos  /  Autor  /  Casos Clínicos  /  Consultas  /  Links  /  Livros  /  Frases  / 

  Perguntas e Respostas / Dicionário de TVP / Campanha /

 

 


Início t-v-p

 

Consultas / Blog Caminho Nobre / Jesus Cristo

Psicologia Racional / Nascer Várias Vezes / Facebook

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O conteúdo escrito deste site está registrado junto ao Escritório de Direitos Autorais da Fundação Biblioteca Nacional.

Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a autorização escrita do seu autor.

 

Copyright © 2001-2013 by Regis Soffiati Mesquita de Oliveira